F&ntanil: entenda os impactos do uso ilícito e os danos a sua saúde


F&ntanil: entenda os impactos do uso ilícito e os danos a sua saúde

O f&ntanil é um analgésico opióide sintético muito potente, considerado cerca de 50 a 100 vezes mais potente do que a morfina. Ele é usado para tratar dores intensas, como aquelas relacionadas a câncer, cirurgias ou lesões traumáticas graves. O fentanil é geralmente prescrito em forma de adesivos transdérmicos, comprimidos ou soluções injetáveis.

No entanto, o f&ntanil também é usado de maneira ilícita e abusiva, o que tem causado uma epidemia de overdose em muitos países. Isso ocorre porque, em doses excessivas, o fentanil pode causar depressão respiratória grave, levando à morte. Além disso, o f&ntanil pode causar dependência física e psicológica, o que pode levar ao uso compulsivo e ao desenvolvimento de tolerância, aumentando o risco de overdose. Por essas razões, o f&ntanil é uma droga altamente regulamentada e seu uso deve ser estritamente supervisionado por um profissional de saúde.

O que é a droga fentanil?

A droga f&ntanil é utilizada para amenizar a dor sentida em lesões e doenças que causam  essa dor que chega a ser altíssima, essa droga, é usada muitas vezes no lugar da morfina, pois tem uma potência muito maior.

Sendo assim esse composto tem um efeito tão forte que é somente manipulado por profissionais da saúde, o fentanil também possui o risco dee vício, por conta das suas propriedades químicas sendo ainda mais necessário, ficar atento sobre o uso dessa droga como remédio, para que seja feito nas doses corretas e necessárias. 

Efeitos do uso de F&ntanil

  1. Embora seja um medicamento crucial no tratamento da dor, o f&ntanil apresenta potenciais efeitos colaterais significativos e perigosos, principalmente quando utilizado de forma inadequada. Alguns dos efeitos colaterais mais comuns do f&ntanil são:
  2. Depressão respiratória: O f&ntanil pode suprimir a respiração, levando a uma redução na frequência respiratória, hipoxemia e, em casos graves, parada respiratória.
  3. Sedação: O fentanil pode causar sonolência, letargia e diminuição do estado de alerta.
  4. Náusea e vômito: Esses efeitos colaterais são comuns, especialmente em doses mais altas de fentanil.
  5. Prurido: O fentanil pode causar coceira intensa na pele.
  6. Constipação: O fentanil pode causar diminuição do trânsito intestinal e resultar em constipação.
  7. Tolerância e dependência: O uso prolongado de fentanil pode levar à tolerância, exigindo doses mais altas para obter o mesmo efeito analgésico. Além disso, o uso crônico pode resultar em dependência física e psicológica.
  8. Overdose: A administração excessiva de fentanil é extremamente perigosa. A overdose pode resultar em depressão respiratória grave, coma e até mesmo óbito.

Em resumo, o fentanil é um medicamento eficaz para o tratamento da dor intensa, mas deve ser usado com cautela, sob supervisão médica estrita, para evitar efeitos colaterais indesejados e potencialmente perigosos.

Fentanil pode causar dependência

Sim, de fato, essa droga pode causar dependência física e psicológica quando usada de maneira inadequada ou em doses elevadas por um período prolongado de tempo. A dependência física se manifesta quando o organismo se adapta à presença da substância, desenvolvendo tolerância, o que requer doses cada vez maiores para alcançar o mesmo efeito. A interrupção abrupta do uso da substância pode resultar em sintomas de abstinência, incluindo ansiedade, irritabilidade, agitação, sudorese, calafrios, dores musculares, diarreia e insônia.

Além da dependência física, o fentanil também pode causar dependência psicológica, caracterizada por um forte desejo de continuar usando a substância, mesmo diante de possíveis consequências negativas na vida da pessoa. A dependência psicológica pode ser desafiadora de tratar e, muitas vezes, requer terapia e apoio médico para superá-la.

Portanto, é de extrema importância utilizar o fentanil apenas com prescrição médica e seguir rigorosamente as orientações quanto à dosagem e duração do uso, a fim de prevenir a dependência e outros efeitos colaterais indesejados.

Sintomas da adicção em fentanil

A adição a este medicamento é um problema sério e pode ter consequências graves para a saúde física e mental da pessoa. Alguns dos sintomas da adicção ao fentanil incluem:

  • Dificuldade em controlar o uso da substância: A pessoa pode ter dificuldade em controlar o uso do fentanil e pode sentir que precisa usar a substância regularmente para se sentir normal.
  • Desejo intenso de usar a substância: O individuo pode sentir um forte desejo de usar o fentanil e pode passar muito tempo pensando nisso.
  • Tolerância: Se caracteriza quando se  precisa de doses cada vez maiores de fentanil para obter o mesmo efeito que antes.
  • Síndrome de abstinência: Que é experimentar sintomas de abstinência se tentar interromper o uso do fentanil, incluindo náusea, vômito, diarreia, sudorese, calafrios, dores musculares e insônia.
  • Continuação do uso apesar dos efeitos negativos: Onde pode continuar a usar o fentanil, mesmo que esteja causando problemas significativos em sua vida, como problemas de relacionamento, problemas financeiros ou problemas de saúde.
  • Mudanças de humor: A pessoa pode experimentar mudanças de humor, incluindo irritabilidade, ansiedade e depressão.
  • Abandono de atividades importantes:  A  pessoa pode abandonar atividades importantes em sua vida, como trabalho, escola ou atividades sociais, para usar o fentanil.

Se você ou alguém que você conhece está experimentando esses sintomas, é importante buscar ajuda médica imediatamente. A adicção ao fentanil pode ser tratada com terapia comportamental, suporte médico e, em alguns casos, medicamentos para ajudar a controlar os sintomas de abstinência.

Como é a abstinência de fentanil?

A abstinência de fentanil pode ser intensa e desafiadora de suportar, especialmente quando a pessoa fazia uso da substância em doses elevadas ou por um longo período de tempo. Os sintomas de abstinência geralmente se manifestam algumas horas após a última dose e podem persistir por vários dias ou até mesmo semanas, dependendo da gravidade da dependência.

Alguns dos sintomas mais comuns da abstinência de fentanil incluem:

  • Ansiedade, irritabilidade e agitação;
  • Sudorese excessiva e calafrios;
  • Dores musculares e tremores;
  • Náusea, vômito e diarreia;
  • Insônia e problemas de sono;
  • Pressão alta e taquicardia;
  • Depressão e pensamentos suicidas.

Os sintomas de abstinência de fentanil podem ser graves e podem afetar significativamente a qualidade de vida da pessoa. Por isso, é importante que a abstinência seja feita sob supervisão médica e com o devido suporte para minimizar os sintomas e evitar complicações. Em alguns casos, medicamentos podem ser prescritos para ajudar a controlar os sintomas de abstinência e reduzir o desconforto durante o processo de desintoxicação.

Se você ou alguém que você conhece está pensando em interromper o uso de fentanil, é importante procurar ajuda médica imediatamente para obter o suporte necessário durante o processo de abstinência e prevenir complicações graves.

A abstinência de fentanil pode ser intensa e desafiadora de suportar, especialmente quando a pessoa fazia uso da substância em doses elevadas ou por um longo período de tempo. Os sintomas de abstinência geralmente se manifestam algumas horas após a última dose e podem persistir por vários dias ou até mesmo semanas, dependendo da gravidade da dependência.

Alguns dos sintomas mais comuns da abstinência de fentanil incluem:

  • Ansiedade, irritabilidade e agitação;
  • Sudorese excessiva e calafrios;
  • Dores musculares e tremores;
  • Náusea, vômito e diarreia;
  • Insônia e problemas de sono;
  • Pressão alta e taquicardia;
  • Depressão e pensamentos suicidas.

Os sintomas de abstinência de fentanil podem ser graves e podem afetar significativamente a qualidade de vida da pessoa.

Blog

Instituto Aron
12/06/2024

Instituto Aron

Entenda mais sobre essa clinica psiquiatrica especializada

RJ SP