Como se sente uma pessoa com borderline e qual o tratamento?

Como se sente uma pessoa com borderline e qual o tratamento?


Transtorno de Borderline

O transtorno de borderline é reconhecido como uma das doenças mais lesivas que existem. Isso porque a pessoa pode demonstrar muita alegria em um momento e no outro uma tristeza profunda devido a uma decepção ou uma mudança de rotina por exemplo.

Um amor intenso vira um ódio profundo de um momento para o outro, a pessoa sai da razão e pode gritar, dar socos em quem estiver por perto ou quebrar objetos para expressar a sua falta de controle.

A pessoa com borderline tem vontade de se cortar, de beber demais e até de morrer, pois o sentimento de vazio, a dor, e a raiva de si mesmo se torna insuportável. Infelizmente 10% com essas doenças tentam ou cometem suicídio. As relações dessas pessoas, namoros, amizades, são bem complicadas, até mesmo com o medico ou com o terapeuta é difícil.

Mesmo que a pessoa seja inteligente, e tenha sucesso no trabalho, ao se deparar com alguma objeção ou algo que a contrarie, pode reagir como uma criança – o que especialistas chamam de ego imaturo – e em muitos casos, o transtorno de borderline fica oculto, podendo se confundir com o transtorno bipolar, ou depressão.

 

O que é borderline

É um transtorno de personalidade, que pode ser identificado pelo jeito de ser, sentir, se perceber e se relacionar com as outras pessoas.

As pessoas com borderline podem ser chamados como difíceis, complicados, imprevisíveis.

O termo borderline significa fronteiriço e teve origem através da psicanálise, pois os pacientes não poderiam ser considerados como neuróticos, nem como psicóticos mas sim, estariam no meio do conceito desses grupos. Adolph Stern, um psicanalista norte americano, descreveu o transtorno de borderline como uma “hemorragia psíquica “para a pessoa que se vê diante de frustrações que não sabe lidar.

Estudos mostram que 5,9% da população sofre com esse problema, mas boa parte dessa porcentagem fica sem o diagnostico e tratamento adequado.

A doença é mais frequente nas mulheres mas pode atingir ambos os sexos.

 

Sintomas da Borderline

 - Desespero para evitar abandono: o fim de um relacionamento pode causar uma crise. Um atraso em um compromisso ou cancelamento de um encontro podem ser interpretados por uma pessoa com borderline como um sinal de rejeição.

 - Relacionamentos instáveis e intensos: para essas pessoas sempre é tudo ou nada, amo ou odeio. É comum a pessoa ficar intima de alguém e se frustrar por não ter todas as expectativas alimentadas.

 

Como funciona o tratamento para transtorno de Borderline

Medicamentos ajudarão a aliviar a depressão, mas a terapia é o tratamento mais importante para esse tipo de doença e deve ser constante.

Os medicamentos mais utilizados são os antidepressivos, estabilizadores de humor, antipsicoticos e em algumas situações, remédios para dormir. Esses devem ser evitados ao máximo, devido ao perigo de dependência.

Na crise, o paciente deve contar com uma equipe de terapeutas, psiquiatras, e até enfermeiros se for necessário.

 

É comum o paciente com borderline se auto sabotar, abandonando conquistas, relacionamentos estáveis e até abandonar o próprio tratamento que está dando certo. Essa doença não tem cura provada, somente controle com medicamentos e terapia.

Blog

Instituto Aron
12/06/2024

Instituto Aron

Entenda mais sobre essa clinica psiquiatrica especializada

RJ SP