Esquizofrenia e Transtorno bipolar: saiba como diferenciá-los


Esquizofrenia e Transtorno bipolar: saiba como diferenciá-los

Esquizofrenia e Transtorno bipolar

A esquizofrenia e o transtorno bipolar são duas doenças mentais que interferem no modo que a pessoa age e pensa. Alguns sintomas são comuns entre as duas doenças o que cria uma dificuldade em diferenciá-las.

A pessoa que tem transtorno bipolar sofre de uma grande variação de humor, o que se percebe no dia a dia. Já a pessoa com esquizofrenia tem alucinações, além da variação do humor, o que dificulta a convivência em sociedade já que a pessoa tem dificuldade de saber o que é real ou não.

 

Características e sintomas da esquizofrenia

Essa doença faz com que o paciente interprete a realidade de uma forma diferente, afetando o modo como ela se comporta em sociedade e no convívio familiar. Isso ocorre devido a liberação excessiva de uma substancia, a dopamina pelo corpo, que é um neurotransmissor responsável pela ativação cerebral. O resultado disso é a dificuldade que o cérebro terá de distinguir e entender a realidade, pensar, e conseguir conversar de forma com que todos entendam o que a pessoa está querendo dizer. Essa doença pode causar alucinações, delírio, perda de memória, agitação, e sofre muitos preconceitos, visto que muitos esquizofrênicos são taxados de maníacos, loucos. O paciente não consegue ter noção do estado que se encontra, e por isso não pode ficar sozinho.

 

Características e sintomas do transtorno bipolar

As pessoas que tem transtorno bipolar sofrem alterações de humor constantes, indo da depressão a euforia de forma muito rápida e sua incidência é muito maior que a esquizofrenia, mais rara.

Durante uma crise de euforia, o paciente pode ter dificuldades para dormir e apresentar perda de contato com a realidade, e diante de um quadro depressivo fica sem vontade de fazer as atividades diárias. Essas alterações podem durar dias, meses.

Ao contrario da esquizofrenia, o paciente não precisa ter alucinações, delírios, mas existe possibilidade desses sintomas se apresentarem.

Os principais sintomas em um episodio de euforia são: aceleração do pensamento, sensação de bem estar e agitação ao mesmo tempo, impulsividade e sensação de poder. Em um episodio depressivo é comum o paciente apresentar alterações no apetite e no sono, falta de interesse nas atividades do dia a dia que já eram comuns, isolamento e pensamentos suicidas.

Em suma, a principal diferença entre esquizofrenia e transtorno bipolar, é que na esquizofrenia há episódios de delírios e distorção da realidade, e no transtorno bipolar há alterações de humor em um episodio maníaco, podendo chegar também a depressão, falta de interesse na vida.

No transtorno bipolar, os episódios podem durar meses. Na esquizofrenia, os sintomas se apresentam de forma constante.

Os tratamentos para ambas as doenças, são remédios controlados e terapia. Na esquizofrenia, acontecem casos de internação também, quando se apresenta em grau mais elevado, dificultando o convivo em sociedade.

O diagnostico e o tratamento dessas doenças é feito por um psiquiatra e é muito importante que seja diagnosticado o quanto antes para evitar uma evolução da doença. A terapia em grupo ou individual também é importante para tratamento.

Blog

Instituto Aron
12/06/2024

Instituto Aron

Entenda mais sobre essa clinica psiquiatrica especializada

RJ SP